António Costa: “Não é indiferente o que defendemos na Europa”


António Costa defendeu este domingo o voto no PS nas eleições europeias de 26 de maio por motivos internos. O Secretário-geral do PS alertou que há quem queira “enfraquecer o Governo do PS” já na próxima ida às urnas, mas também por razões externas – porque “não é indiferente o que defendemos na Europa”.

“Há quem sonhe com uma má votação nas europeias para enfraquecer o Governo do PS”, disse António Costa em Leiria, num encontro organizado pela Juventude Socialista “A Tua Geração na Europa”.

Não votar no PS significa “enfraquecer as políticas que têm permitido mais rendimentos”, acrescentou, dando exemplos de medidas do atual Executivo, entre elas a redução dos passes sociais e o plano para construir residências universitárias

É para combater a direita que queremos dar força ao PS nestas eleições europeias”, afirmou António Costa.

“Não é indiferente o que defendemos na Europa”, disse, adiantando que “não é a mesma coisa estarmos na Europa a defender mais recursos para uma habitação acessível ou estar calado” sobre este tema que considerou estruturante, tanto para a classe média como para os jovens que querem construir uma família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *