Governo conseguiu alcançar “défice histórico” sem deixar cair promessas eleitorais


Os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre o défice de 0,5% do PIB no ano de 2018 “mostram que Portugal, as empresas e a nossa economia estão num bom caminho”, considerou o vice-presidente da bancada do PS João Paulo Correia. Trata-se mesmo de “um resultado histórico para o nosso país”, acrescentou.

João Paulo Correia sublinhou, em declarações aos jornalistas na Assembleia da República, que este “caminho de boas contas públicas” levou ao “défice mais baixo da nossa história desde o 25 de abril”. Tal foi conseguido sem o Executivo socialista “deixar cair qualquer compromisso”, frisou.

Ora, o défice de 0,5% “foi conquistado através do aumento da receita fiscal sem o aumento de impostos”, através do “aumento das contribuições para a segurança social fruto da dinâmica do mercado de trabalho através da criação de centenas de milhares de postos de trabalho”, e ainda “sem cortes na despesa”, recordou.

O deputado do PS congratulou-se por estes números demonstrarem que “Portugal tem recuperado a sua credibilidade internacional, tem pago menos pela dívida pública”, o que “tem servido para aumentar e reforçar o investimento público que no ano de 2018 cresceu 12%”.

Portugueses confiam no Governo

As famílias portuguesas “continuam a confiar no Governo do Partido Socialista”, a política “de melhoria dos rendimentos e do reforço do apoio às pequenas e médias empresas tem sido bem-sucedida”, e o país entrou em 2019 “com uma economia mais reforçada para enfrentar a conjuntura internacional”. Todas estas leituras podem ser feitas através dos dados divulgados pelo INE, segundo João Paulo Correia.

O vice-presidente da bancada socialista apontou que fica demonstrado que “é possível termos contas públicas saudáveis, caminhar para um défice zero e, com isso, reforçarmos a nossa credibilidade no plano internacional sem deixar cair compromissos eleitorais, sem aumentar impostos e também sem cortar na despesa”.

O deputado deixou ainda um alerta aos partidos da oposição: “Todas as críticas e o pessimismo que os partidos da oposição mais à direita têm lançado contra esta governação desde o primeiro dia desta legislatura têm perdido para a realidade dos factos”. “Todas as metas que têm sido fixadas ao Governo em matéria de contas públicas, mesmo as mais otimistas, têm sido superadas a bem do país”, assegurou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *