521 elementos das forças armadas e de segurança asseguram cargas e descargas


O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, disse hoje que, em caso de incumprimento dos serviços mínimos durante a greve dos motoristas, poderão ser ativados cerca de 500 elementos das forças de segurança e armadas.

Em conferência de imprensa, Matos Fernandes referiu que foram requisitados 521 elementos das forças armadas e das forças policiais para assegurar as cargas e descargas de combustível.

“Foram formados entre as forças de segurança e as armadas 521 pessoas para fazer estas tarefas [cargas e descargas]”, referiu o governante.

Matos Fernandes disse ainda que não estará um elemento das forças de segurança por posto de abastecimento de combustíveis, revelando não possuir números sobre quantos elementos estarão a cargo da segurança.

“Não tenho números”, afirmou, precisando que o Estado e as entidades públicas estão prontas para atuar no caso de incumprimento dos serviços mínimos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *